24 de February de 2020 Marketing Pessoal, imagem e carreira para você ir além!

Você come capim por que gosta!

Alerta: O texto está mais pra um tapa na cara do que pra um cafuné gostoso no fim de tarde de domingo enquanto assiste Netflix! Se você está bem financeiramente, ou se está ótimo profissionalmente, e não quer mudar nada em sua vida, feche a janela, não leia por que este texto não é para você!

Mas para sua visita não ter sido em vão aqui um gif de um bulldog andando de jetskibulldog no jetski

Você come capim por que gosta!

Ouvi essa frase pela primeira vez quando ainda morava em São Paulo, e por incrível que pareça era pra ter sido um elogio.

“Você é bom de serviço, come capim porque gosta”
CARNEIRO, Conrado

Sei que no primeiro momento, pode parecer pejorativo, e muita gente talvez não entenda, mas essa frase mexeu, não só com minha vida profissional, mas principalmente causou muita reflexão na minha vida pessoal.

Se você perguntar a qualquer pessoa por que a vida profissional não esta indo bem, você provavelmente vai ouvir que ele não é valorizado pela empresa, que o problema são os colegas de trabalho, chefe ou algo do tipo.

As vezes é preciso um tapa na cara para entender o mundo a sua volta.

Pensei muito nisso, por que essa semana uma discussão calorosa tem dominado o linkedin.

Criticas a respeito de,

“empresas que pedem inglês fluente”

“funcionários de alto cargo que ganham mais benefícios”

“empresas que pedem muito na contratação”

e mais uma série de frases sem embasamento, no maior estilo vitima de ser.

Concordo que existem exageros em todos os casos, mas não vou me apegar as excessões.

Resolvi escrever esse texto, por que em geral as pessoas não conseguem enxergar o outro lado da moeda, como diretor, empresário e recrutador eu te convido a me acompanhar em uma reflexão, e começo com uma pergunta;

O que você oferece a sua empresa?

Não estou falando das 8 horas do seu dia que você vende, estou perguntando, qual o valor que você agrega ao negócio da sua empresa?

Qual o diferencial, que você oferece à empresa ao te contratar?
Mas para começar vamos tirar o dinheiro da equação, por que se você ganhasse o triplo do que ganha hoje, provavelmente continuaria entregando o mesmo resultado e reclamaria o dobro.

Para ilustrar um pouco mais essa questão, peço licença para fazer uma analogia com a paixão nacional.

Por que um time paga tanto dinheiro a Neymar? Ou Messi? Parece até simples responder, eles são os melhores jogadores, fazem gols!?

Mas a verdade esta muito longe dos estádios, óbvio que os resultados das partidas são cruciais, mas existem outras variáveis, tão ou ainda mais importante do que gols, eles entregam valor a empresa, sim um time de futebol nada mais é do que uma empresa, trazem luz ao negócio, publicidade, patrocínio, aparições na imprensa, venda de camisas, e outros souveniers.

Tendo isso em mente então me responda, o que você oferece para sua empresa?

Você é referencia no que faz?

Você é reconhecido pelo mercado?

Você tem uma marca pessoal e profissional que agrega valor?

Você tem um networking ou uma carteira de clientes influentes?

Já parou pra pensar que existe por ai outra pessoa, que acabou de sair da faculdade que faria exatamente o que você faz, na metade do tempo por 3/5 do seu salário e estaria pelo menos 5x mais feliz?

Então por que uma empresa iria te querer lá? Por que você é bonzinho? Por que nunca chega atrasado? Sugiro a leitura desse texto 6 verdades chocantes que farão de você uma pessoa melhor

Estagiários
Filme – Um senhor estagiário

Não acredite no clichê que recém formados não tem experiência, e que estagiários são maquinas de cometer erros, tem muita gente jovem por ai criando o futuro e fazendo acontecer sem nem ter acabado a graduação.

Imagina um profissional de RH com o cv de uma pessoa de 40 a 50 anos que nunca assumiu nenhum cargo de estratégia e decisão na vida, a primeira coisa que ele pensa é; o que esses 30 anos de experiência tem de realmente significativo que alguém de 20 anos recém formado não possa fazer?

O mercado está cheio de vagas para executivos entre 40 e 60 anos que de fato criaram algo grandioso na vida ou demonstraram resultados, que se atualizaram e que ainda estejam entregando valor, mas se uma pessoa com 50 anos não fez nada de muito grandioso nos seus 30 anos de carreira, por que faria agora?

O mercado dos últimos 5 anos é diferente de qualquer cenário dos últimos 50 anos, acredite se você não fez algo grandioso na sua carreira, não vai ter espaço pra você!

Antes de perguntar como posso arrumar um emprego melhor,
pergunte-se como posso ser melhor para ser reconhecido pelos recrutadores?

Durante anos, ouvi colegas de trabalho e até mesmo amigos pessoais, dizendo que queriam mudar, queriam fazer diferente, mas na verdade eles só “meio que querem”, querem o bônus, sem oferecer os sacrifícios para alcançar os resultados, nunca fizeram nada realmente significante nem na própria vida quanto mais na vida de um empresa.

Eu conheço um jovem de 23 anos que vai passar o carnaval inteiro fazendo melhorias no software da empresa dele para ter menos chamados de suporte, e consequentemente lucrar mais e por atitudes como essas, entre outras que ele é hoje CEO, da empresa faturando mais de 1milhão por mês.

O problema em geral é que a pessoa faz exatamente o que 4/5 da população faz e acha que tem de ser reconhecido por isso, se você não faz nada acima da média e é mediocre na maior parte do tempo, por que deveria ser recompensado com um ótimo salário, mais benefícios?

Não me leve a mal, mas estamos falando do mercado de trabalho, empresas existem para obter lucros, não é nada pessoal, ok? Apenas negócios.

Trabalhar de 8 às 18 de segunda a sexta? Todo mundo faz!

Trabalhar de manhã e estuda a noite? Quanta gente não faz isso?

Conheço gente que estuda e trabalha em dois empregos, faz hora extra final de semana e ainda consegue gerir um E-commerce como projeto pessoal.

Eu vou te contar uma coisa, você come capim por que merece, por que quem quer comer filé tem que acordar ainda mais cedo, estudar mesmo depois de 10 horas de trabalho, 4 horas de aula e 3 horas de transito! Tem de abrir mão de festa, de carnaval, de viagem com a família, das horas de sono, e não me venha com aquela máxima que isso não é vida, não é saúde, não é diversão,

“Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total,
buscar seu último limite e dar o melhor de si.”
– Ayrton, Senna

Ahhh Diego mais o mundo é injusto! O mundo é injusto? Será?
Tenta oferecer mais um pouco pra você mesmo, e perceba se as coisas não vão melhorar, tente se vestir melhor pra ir no trabalho, tente entender o que as pessoas estão construindo, quantas vezes você tentou compreender como sua empresa ganha dinheiro, e como você pode contribuir para que ela ganhe ainda mais?

Ouvi de um chefe meu quando eu tinha 20 anos, que ele percebeu que um processo para pedir canetas custava mais dinheiro do que a própria caneta, ele não só criticou, ele encontrou uma solução viável e mais econômica, e apresentou.

Hoje esse cara é diretor de TI em uma das maiores empresas do Brasil, não por que diminuiu custo do processo de compra de uma caneta, mas essa foi a porta de entrada pra ele!

Você não é seu diploma, nem o seu certificado, você é o que você produz, você pode ser quem você quiser, mas para isso precisa entregar algo útil para sociedade.

Você precisa acreditar mais no seu potencial, mas precisa entender antes disso, que potencial é apenas o que você pode vir a ser, e até que você de fato seja, você vai ter que fazer mais do que a média.

“Se ao final de sua vida, a pessoa que você é,
encontrasse a pessoa que você poderia ter sido?”

Meu amigo, o vizinho tem a grama mais verde por que no lugar de ficar na frente da TV no domingo vendo jogo de futebol, ele tava aparando a grama e preparando adubo.

Foto de duas mulheres com plantas na mão, uma delas está com uma planta bonita e crescida, a outra está com uma planta pequena, e olha pra outra com inveja!
Foto de banco de imagem bem clichê!

 

O que adianta você viver dizendo que falta oportunidade se quando ela aparece você não está preparado pra ela?

Ah não sabe falar ingles? Aprende, tem aplicativo, tem video aula no youtube, tem ebook, o que precisa mesmo é você querer, por que você está a uma URL de qualquer conhecimento do mundo!

Desculpas como; não tenho dinheiro, não tenho tempo, não se encaixam mais no mundo de hoje.

Lemann estava em uma sala de reunião enquanto metade do Brasil, curtia os jogos da copa.

Paulo Sergio Kakinoff trabalhou mais de um mês dormindo no trabalho quando ainda era estagiário e hoje é presidente da GOL, e pra mim um dos maiores executivos do Brasil.

Para algumas pessoas nada do que escrevi faz sentido, ou até devem estar perguntando quem sou eu para estar falando essas coisas?

Quando a pergunta certa a se fazer nesse momento é o que posso fazer para ser melhor? Quais as regras do jogo para começar a jogar?

Não é sobre trabalhar muito,
é sobre trabalhar de forma inteligente!

E não ache que é tarde, para começar nenhuma mudança, por que o melhor momento para plantar uma árvore foi 10 anos atrás, o segundo melhor momento é agora.

Experimente não comer grama nem mais um único dia da sua vida, faça de cada dia um aprendizado diferente, pare de reclamar, faça muito mais com muito menos, crie objetivos, faça o que precisa ser feito, e eu duvido que as oportunidades não irão surgir ou que você não será notado.

Você tem feito a mesma coisa a sua vida toda, e tem colhido os mesmos resultados, que tal fazer diferente agora?

Publicado originalmente no Linkedin -> https://www.linkedin.com/pulse/você-come-capim-por-que-gosta-diego-melo/

 

 

 

Gostou desse conteúdo?

Então não seja mais um na manada, entre gratuitamente agora mesmo na minha lista VIP e tenha acesso aos conteúdos exclusivos e Dicas #DiegoDisse

Deixe seu comentário

Related Posts

6 Coisas que você precisa parar de fazer para ser feliz

28 de fevereiro de 2019

28 de fevereiro de 2019

Em tempos de redes sociais eu tenho certeza que na sua timeline, você já deve ter visto pessoas com vidas...

Quando você não é um sucesso aos 27!?

27 de dezembro de 2018

27 de dezembro de 2018

É o primeiro quarto do ano, e a verdade é que minha lista de resoluções de ano novo só aumenta,...

   

Cadastre em nossa Newsletter