Exaustão mental – Como lidar com a sobrecarga de trabalho

Nós do Diego Disse sabemos que muitos dos nossos leitores e leitoras consomem nosso conteúdo porque buscam crescer na carreira que estão construindo, seja ela qual for e por isso não podemos deixar de falar sobre exaustão mental e sobrecarga no trabalho.

Principalmente agora que estamos chegando à metade de setembro, mês de prevenção ao suicídio, não dá para deixarmos de falar sobre saúde mental, pois sabemos que não dá para alavancarmos os nossos sonhos sem que estejamos bem antes.

Com os casos de Burnout crescendo dia após dia no Brasil durante a pandemia, fica claro que precisamos falar a respeito da sobrecarga no trabalho e sobre o estado emocional que pode levar a exaustão mental.

Ainda que muitos de nós assumamos mais trabalho do que somos capazes de suportar por questões que se sobrepõem ao nosso desejo, como pressão de superiores, necessidade de complementar o salário com mais de um emprego ou medo de desligamento, outros apenas procrastinam até o último momento ou pegam mais trabalho do que podem aguentar deliberadamente. 

Seja qual for a causa, vários estudos têm mostrado que um número considerável de trabalhadores sente o estresse crescente em virtude da demanda de trabalho e quanto mais estressados ​​nos sentimos, menor nossa produtividade é. 

Apesar do mais saudável ser, obviamente, pedir reforço nas atividades ou dizer que não consegue cumprir com elas, a vida não é tão fácil assim.

 Por isso, preparamos esse post com algumas dicas que fogem do feijão com arroz presente na internet de como lidar com a sobrecarga no trabalho e evitar a exaustão mental.  “Vamo” nessa!

  • Gerencie melhor seu tempo

Imagine a seguinte cena: você está na sua mesa de trabalho com uma pilha de tarefas ao seu lado e precisa concluí-las até, sei lá, o horário que seu chefe volta do almoço. Acontece que a pilha é muito grande e o tempo muito curto – seu chefe está voltando em 2 horas, no máximo. O que você vai fazer?

Quando sua sobrecarga no trabalho cresce, é mais importante do que nunca praticar um gerenciamento de tempo eficaz.

Um dos principais objetivos de sua gestão de tempo deve ser reconhecer quais são suas atividades mais importantes  e focar nelas, para que as prioridades sejam concluídas antes do término das 2 horas.

Você pode anotar todas as tarefas que você precisa fazer e avaliá-las de 0 a 5, onde 0 é a menos importante e 5 a principal prioridade. Depois de fazer isso, trabalhe com as tarefas em sua lista uma por uma, concentrando-se primeiro nas tarefas de maior prioridade.

Isso quer dizer automaticamente que você concluirá todas as atividades? Não, mas isso significa que você saberá por onde deve começar ao invés de ficar surtando por 20 minutos sem sair do lugar.

Abaixo, um episódio do podcast Desenvolvimento Pessoal e Profissional sobre técnicas de gerenciamento de tempo para ajudá-lo na sua carreira, vale a pena conferir!

  • Procrastinação? Aqui não!

Já parou para pensar que muitas das coisas que você faz durante o dia podem representar uma grande perda de tempo? Pior: já parou para refletir que você pode estar procrastinando e deixando tudo para a última hora?

Fazer coisas como ler mensagens, navegar nas redes sociais e bater papo com colegas de trabalho pode estar prejudicando sua produtividade e te deixando sobrecarregado.

Além disso, em outras situações você pode pensar que está usando seu tempo com sabedoria quando faz uma longa preparação e pesquisa bastante para um projeto quando, na realidade, você só está adiando o início do seu trabalho – e, consequentemente, o fim.

A verdade é que alguns dias não sabemos como dar início ao que precisamos fazer e procrastinamos até o último minuto, o que nos faz perder um tempo precioso, uma vez que nem descansamos, mas também não produzimos.

Para solucionar o problema, identifique todos os seus hábitos de perda de tempo, anotando tudo o que você faz durante o dia de trabalho quando está adiando o que precisa fazer e trate de alterá-los.

Lembre-se que você poderá aproveitar melhor seus dias e semanas se não estiver fazendo tudo como se fosse uma receita de última hora temperada com estresse e com algumas pitadas de cansaço.

O canal Casule preparou um conteúdo que te auxilia a diminuir a procrastinação em alguns passos simples. Vale a pena conferir!

  • Exaustão mental e sobrecarga no trabalho

Lembra que no início do texto eu falei que entendo que às vezes assumimos responsabilidades que se sobrepõem às nossas vontades?

Pois bem, eu quero dizer que não é culpa sua e que está tudo bem assumir que não consegue arcar com tantas tarefas que geram sobrecarga.

É importante que você não se recrimine por não conseguir produzir tanto e alcançar as expectativas que colocaram sobre você; ainda que você seja muito bom no que faz, até mesmo indispensável, você não é um super-humano e está vulnerável a uma exaustão mental.

Converse com seus superiores sobre os seus limites e seja aberto sobre até que ponto você pode ir sem se sobrecarregar e prejudicar a si mesmo, seu trabalho e sua equipe.

Se ainda assim eles insistirem em te entregar uma demanda alta, faça o melhor que puder sem ultrapassar a fronteira da sua saúde e bem-estar. Lembre-se que é melhor fazer uma coisa bem feita do que duas desleixadas, uma vez que você precisará refazer posteriormente.

O Esquizofrenoias bateu um papo sobre isso meses atrás e oferece algumas lições interessantes sobre como pedir ajuda no ambiente de trabalho. Confere abaixo!

  •  Descanse para evitar a exaustão mental!

Okay, eu sei que você precisa ouvir isso, então aí vai: Mesmo que pareça que seus colegas de trabalho, chefes e clientes não podem lidar com tudo sem você, eles podem.

Em contrapartida, sua família e amigos não podem te substituir nos momentos alegres que você perde por estar com sobrecarga no trabalho, estressado e cansado.

Se você tem negligenciado seu tempo de descanso e lazer, é hora de parar. Tire aquelas férias que você tem adiado, peça uma folga, aproveite os feriados e desligue-se do trabalho. Isso o refrescará e o deixará mais disposto quando voltar ao trabalho, o que poderá melhorar seu desempenho e produtividade no trabalho.

Além disso, em meio à rotina agitada do trabalho, reserve um tempo para tratar sua saúde mental como prioridade: aprenda a meditar e desacelere utilizando a respiração como uma ferramenta de combate ao estresse.

Mesmo que você tenha apenas cinco ou dez minutos, medite; isso pode ajudar a reduzir seu nível de estresse, limpar sua mente e ajudá-lo a ser mais produtivo.

O Mentoria Titã possui um vídeo excelente pra te ajudar a relaxar a mente no final do dia sentindo-se merecedor de descanso, super recomendo!