2 de December de 2021 Desenvolvimento Pessoal , Carreira e Marketing Pessoal para você ir além!

Precisamos falar sobre Liderança Feminina!

A equidade de gênero dentro das corporações está avançando, mas muitas mulheres ainda enfrentam dificuldades, dentro e fora das organizações, que freiam suas ascensões hierárquicas. Por isso, vamos falar de liderança feminina!

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta que empresas com mulheres líderes reportam crescimento de 5% a 20% nos ganhos, e esse é um dos motivos para o número de lideranças femininas ter dobrado nos últimos anos, juntamente com o esforço dos movimentos feministas.

Apesar disso, a pandemia da Covid-19 acentuou as desigualdades de gênero pré-existentes no nosso país.

Como o Cadastro Geral de Empregos (Caged) registrou em 2020, houve um saldo negativo de abertura e fechamento de vagas formais para mulheres, ao mesmo tempo que o saldo masculino fechou em azul.

Se empresas com mais diversidade de gênero estão lucrando, por que a comparação dos dados faz a realidade parecer tão paradoxal? É sobre isso que iremos conversar hoje.

Por que precisamos falar sobre liderança feminina?

Bom, com certeza existem incontáveis respostas para essa pergunta, mas por uma questão de praticidade, eu tomarei dois caminhos para respondê-la.

Liderança feminina em dados

Do ponto de vista dos números, precisamos falar sobre liderança feminina porque mulheres são mais da metade do país – cerca de 51,5%. Além disso, são maioria também nas universidades, com 57%. Ponto final.

A questão é que, seguindo essa linha de raciocínio, nós automaticamente seríamos maioria no mercado de trabalho também, certo?

A resposta, incrivelmente, é não. 

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que apenas 54,5% das mulheres com mais de 15 anos estão no mercado de trabalho, contra 73,7% dos homens.

Para agravar ainda mais a situação, a ONU Mulheres diz que quase metade delas trabalha informalmente – algo em torno de 42% do total, segundo a OIT – e se fizermos um recorte de raça, esse número é ainda maior.

Mesmo as mulheres com empregos formais não conseguem alcançar posições mais altas em suas organizações; mulheres como executivas sênior são 19%, já como CEOs, esse número cai 11%.

Se avaliarmos que das 200 maiores empresas do país apenas 2 são comandadas por mulheres, dimensionaremos que o problema é bem maior do que nos fazem pensar quando questionamos a hierarquia e tratam nossa indignação como “mi-mi-mi”.

Liderança feminina na prática

Por fim, partindo para o lado mais intuitivo da questão agora, gostaria que você exercitasse sua memória.

Na sua infância, quem cuidava da higiene do seu ambiente doméstico? Quem lavava suas roupas? Preparava sua refeição? Ajudava com as lições de casa? Frequentava as reuniões escolares? E se haviam pets, quem era responsável por eles?

Se você pensou em figuras femininas para responder a maioria dessas perguntas, você faz parte da esmagadora maioria de brasileiros que foram cuidados quase que exclusivamente por mulheres.

Mulheres trabalham, em média, 7,5 horas a mais que os homens devido à dupla jornada que envolve o emprego e as atividades domésticas – o que inclui os cuidados com os filhos também, mas não leva em conta os inevitáveis imprevistos, como doenças.

Então, além de trabalharem mais, mulheres ainda precisam lidar com chefes, em sua grande maioria homens, que não compreendem esses problemas, o que faz com que muitas precisem abrir mão de empregos que garantem maior satisfação e sucesso por trabalhos que garantam flexibilidade.

É claro que existem pesquisas por aí, muitas delas tendenciosas, que dizem que a maior parte dos brasileiros preferem ser liderados por homens do que por mulheres, mas eu tenho certeza de que as brasileiras adorariam uma liderança feminina que as compreendessem.

E é por isso, dentre tantas outras razões, que precisamos falar sobre liderança feminina.

Como as mulheres podem alcançar mais espaços de liderança dentro das empresas?

O senso comum responderia que mulheres precisam se capacitar mais para ocupar esses espaços; os meritocratas diriam que elas precisam se esforçar mais para isso e, bom, seu chefe machista diria que elas precisam trabalhar tanto quanto os homens.

Mas a verdade é que, segundo os dados citados acima, mulheres são mais capacitadas, se esforçam mais e trabalham mais horas.

Então se essas respostas não respondem de maneira correta como as mulheres podem alcançar mais espaços de liderança dentro das empresas, o que responde?

Abaixo, algumas soluções que, definitivamente, podem oferecer maiores impactos ajudando mulheres a alavancarem suas carreiras!

  • Una-se a outras mulheres

Já ouviu que as mulheres são como as águas porque crescem quando se encontram? Pois é, essa afirmação é real.

Quando mulheres se unem e cuidam umas das outras, as chances de alguma delas ascender e arrastar as outras consigo são grandes.

Além disso, diminuem as probabilidades de alguém sofrer qualquer tipo de abuso de autoridade por parte de homens.

  • Busque por empresas mais diversas

Quando você dá preferência para empresas que investem em diversidade, essas empresas crescem, ao mesmo tempo em que você e outras mulheres crescem também.

Entretanto, se você trabalha em uma empresa que não se compromete com a luta por equidade de gênero, essa empresa cresce em cima de você, mas você não acompanha.

Por isso, se você tem a opção de escolher uma empresa mais diversificada, ainda que não seja a maior do mercado, invista nela e cresça com ela.

  • Pressione organizações machistas publicamente

Se você teve uma experiência ruim relacionada a desigualdade de gênero, você com certeza não gostaria de ver outra mulher passando pelo mesmo que você.

Por isso, é importante expor empresas assim.

A melhor forma de pressionar organizações para que elas mudem sua conduta é fazendo-as sentir no bolso.

Esse é o tipo de coisa que você consegue fazer por meio de uma crítica no Glassdoor, por exemplo.

Quando essas empresas são publicamente denunciadas, elas perdem clientes e investidores, o que as faz repensar sua política de gênero – famoso “aprendendo pela dor” que, ainda que não seja espontâneo, já livre outras mulheres de passarem por situações desconfortáveis.

  • Priorize mulheres

Se você, enquanto chefe, puder escolher dentre seus subordinados uma mulher e um homem igualmente capacitados para uma promoção ou uma demanda importante, escolha a mulher.

Digo isso porque se fosse um homem no seu lugar, ele provavelmente escolheria outro homem, pois os chefes têm tendência a optar por seus semelhantes – e se a maioria dos chefes são homens, que espaço de crescimento sobra para nós?

Além disso, quando uma mulher cresce, outras mulheres crescem com ela – e você pode ser a mulher que iniciará esse desenvolvimento no seu trabalho.

Quais características marcantes cultivar para ser uma grande liderança feminina?

Para mulheres que estão crescendo dentro de suas empresas, sempre há a dúvida de como ser uma grande líder.

Embora, no geral, a capacidade de liderança seja semelhante independentemente do gênero, existem algumas especificidades que mulheres devem cultivar – e iremos apresentá-las abaixo!

  • Seja aquela que chama outras mulheres para a mesa

A Sheryl Sandberg conta uma história bem marcante em seu livro Faça Acontecer: Mulheres, trabalho e a vontade de liderar sobre uma reunião que ela organizou para alguns empresários do Vale do Silício e um dos grandões levou quatro mulheres de sua equipe.

Na hora do bufê, todos os homens se serviram e sentaram nos melhores lugares à mesa. As mulheres, que se serviram por último, sentaram afastadas da mesa e pareciam mais espectadoras do que parte do grupo.

Ao se deparar com a cena, Sheryl as chamou para a mesa e as inseriu no grupo, pois sabiam que como qualquer um dos presentes, elas poderiam acrescentar ao que estava sendo debatido.

Nem o superior das mulheres, nem outros homens da sala cogitaram chamá-las – apenas Sheryl.

Em outro momento, ela ainda as chamou e disse que elas tinham que tomar seu lugar à mesa, mesmo sem convite.

Enquanto uma líder mulher, você precisa se atentar a situações como essa, assim como Sheryl fez.

Por isso, seja empática e acolhedora. Certamente aquelas mulheres estavam intimidadas com a presença de pessoas tão poderosas e se não fosse a Sheryl, certamente teriam continuado apenas como ouvintes.

Se você almeja ser uma grande liderança feminina, cultive essas qualidades.

  • Seja um exemplo

Se você quer liderar uma equipe, precisa ser vista como um exemplo a ser seguido; isso inclui praticar aquilo que um bom líder prega: organização, responsabilidade, transparência e dedicação.

Seja como Luiza Trajano, a líder com a melhor reputação pelo 4° ano consecutivo, segundo pesquisa da consultoria Merco.

Embora seja a única mulher da lista – o que é um problema por natureza -, a CEO do Magazine Luiza certamente é uma inspiração e tanto.

Assim como ela, se coloque como um espelho para onde suas colegas devem olhar e observe como você se destacará e as alavancará junto.

Abaixo, um episódio do podcast Vieses Femininos por Elisa Tawil com a Ale Boiani, CEO da 360iGroup, como convidada, onde as duas falam sobre liderança feminina no mercado financeiro.

  • Não tente ser uma réplica dos seus pares masculinos

Em seu livro Mulheres Líderes e Empreendedoras: Os compromissos que fazem a diferença na carreira de uma executiva, a professora de Planejamento de Negócios, Planejamento de Empreendimentos Sociais e Gestão de Pequenas Empresas na PUC-Rio Silvina Ana Ramal fala que “quando você é mulher, logo se convence de que tem de entregar resultados em dobro, superando os homens na mesma posição”.

Tal pensando é gerado pela insegurança de não ser reconhecida tal qual um colega homem, mas tenha sempre em mente que você não precisa falar ou agir como seus colegas e chefes homens para ser respeitada, muito menos trabalhar mais do que eles; você foi contratada para ocupar aquele espaço enquanto mulher e está livre para agir como uma.

Além disso, se vocês ganham o mesmo, nem pense em trabalhar mais para provar que você é boa; só faça sua parte, como qualquer outro colega.

Lembre-se que você pode fazer diferença para você, suas colegas e para as outras que virão se lutar ativamente para ser tratada da mesma maneira que um colega homem no seu ambiente de trabalho, mas sem abrir mão de quem você é.

  • Ouça as vozes de todos da sua equipe

Um dos aspectos mais importantes sobre ser uma liderança feminina é saber que todas as vozes importam.

Em entrevista à LG: Lugar de Gente, Luiza Trajano, proprietária da Magazine Luiza diz que em todas as unidades [da Magazine Luiza], temos o conselho de colaboradores, que são eleitos pela própria equipe e atuam junto à liderança para ajudar em algumas decisões e melhorias. Com esses exemplos, quero reforçar que, na companhia, todos são fundamentais para que o resultado aconteça”.

Enquanto uma minoria social, mulheres muitas vezes são silenciadas no ambiente de trabalho – e você deve lutar para que isso não aconteça enquanto você for líder!

Saiba ouvir sugestões e críticas construtivas de todos, sem discriminação.

Faça como Luiza: se esforce para que sua equipe atue lada a lado com você.

  • Seja justa – especialmente na delegação de tarefas

Não é raro que mulheres sejam colocadas para resolver pepinos de colegas homens e acabem com uma demanda maior de trabalho.

Por isso, se você estiver em uma posição maior e precisar delegar tarefas, seja justa sobre isso, pois nenhum funcionário – ou funcionária, como acontece mais frequentemente – deve ficar sobrecarregado.

Se você acha que determinado funcionário vai deixá-la na mão no final do dia, simplesmente não delegue a função para ele – mas designe-o para fazer outra coisa – nada de fazer a pataquada de fazer sua funcionária trabalhar enquanto o bonitão fica livre!

Você certamente perceberá que seus funcionários – e funcionárias! – ficarão mais felizes e menos sobrecarregados.

Gostou do texto? Então comenta e compartilha nas suas redes sociais!

Deixe seu comentário

Related Posts

Como criar conteúdo para se posicionar no mercado

17 de julho de 2020

17 de julho de 2020

E aí, jovem? Trouxe para vocês hoje um guia sobre como criar um conteúdo bom o suficiente para te posicionar...

Como transformar a sua carreira em 13 passos

5 de março de 2019

5 de março de 2019

Se você é um profissional autônomo eu fiz um versão deste texto especialmente para você!   Marketing Pessoal – Como...

Qual a ligação entre o desenvolvimento pessoal e profissional?

22 de maio de 2020

22 de maio de 2020

Fala, jovem!   A cada dia que passa não somos mais os mesmos e estamos em constante evolução. Faz parte...

Marketing Pessoal Para Estagiários – O que fazer para ser contratado!

25 de outubro de 2019

25 de outubro de 2019

Se você está em busca de um estágio, esse texto é para você,  entenda como o marketing pessoal para estagiários,...

Estresse no trabalho, como lidar com esse problema?

23 de março de 2020

23 de março de 2020

Fala, jovem! Acredito que não sou a única pessoa que já passou por estresse no trabalho na vida, pensando nessas...

Como as habilidades sociais podem te dar destaque?

1 de maio de 2020

1 de maio de 2020

Habilidades sociais, também chamadas de “habilidades interpessoais”, são aquelas que usamos para interagir e nos comunicar com outras pessoas. Essas...

Carreira rumo ao sucesso – 3 Sinais para garantir seus resultados.

12 de novembro de 2019

12 de novembro de 2019

Será que sua carreira está indo rumo ao sucesso? Para atingir os resultados que te levam ao sucesso é necessário...

Vocação profissional: saiba como descobrir a sua!

5 de julho de 2021

5 de julho de 2021

Seja sincero: você já se perguntou se é feliz fazendo o que faz? Tenha você uma carreira consolidada ou esteja...

Como criar autoridade e se tornar um digital influencer no Clubhouse?

8 de fevereiro de 2021

8 de fevereiro de 2021

A nova rede social do momento poder ser uma nova oportunidade para virar digital influencer e criar autoridade na Clubhouse....

Como demitir um funcionário corretamente ?

17 de fevereiro de 2020

17 de fevereiro de 2020

Demitir um funcionário… Já passou por esta desagradável experiência? Existe uma tarefa que precisa ser cumprida nas empresas, mas que...

4 dicas para você se destacar em processos seletivos

12 de janeiro de 2021

12 de janeiro de 2021

Com o mercado de trabalho inchado e sobrecarregado, está cada vez mais difícil encontrar boas vagas de emprego. Por conta...

Habilidades sociais que você deve ter para o futuro

7 de julho de 2020

7 de julho de 2020

O que são habilidades sociais e por que são essenciais para o sucesso no local de trabalho?  As habilidades sociais,...

11 atitudes para quem quer ter sucesso profissional

3 de fevereiro de 2020

3 de fevereiro de 2020

Você sabe quais atitudes você precisa ter para obter sucesso profissional? Neste texto, vou te dar 12 boas dicas sobre...

5 dicas para conseguir o primeiro emprego!

26 de julho de 2021

26 de julho de 2021

Conseguir o primeiro emprego pode ser gratificante, mas o processo é sempre um desafio. Em tempos de crise econômica, as...

O que é Personal branding e para que serve?

3 de abril de 2019

3 de abril de 2019 2

Estava conversando com um grande amigo meu, quando começamos a falar sobre como eu tinha criado minha marca pessoal. Não...

   

Cadastre em nossa Newsletter