8 de April de 2020 Desenvolvimento Pessoal , Carreira e Marketing Pessoal para você ir além!

Linguagem corporal: o que o corpo fala por você?

Fala, jovem!

Então quando falarem que um gesto vale mais do que mil palavras, acredite: vale mesmo.

Considerando essa premissa, é importante compreender a importância em conhecer a linguagem corporal para sua vida.

Através desse post vou mostrar a você como ouvir o próprio corpo e entender os sinais que ele pode dar, e, de bônus, ainda te deixarei dicas para ser bem-sucedido usando sua linguagem corporal no trabalho e por último te mostrar os erros mais comuns que cometemos.

O que é a linguagem corporal?

 

Antes de nos aprofundarmos no assunto, temos que entender o conceito desse tipo de linguagem.

A linguagem corporal constitui o conjunto de todas as expressões e comportamentos do corpo, ela agrupa as mensagens que você transmite além daquilo que é dito em palavras.

A Quinésica é o campo científico que se ocupa dessa forma de interlocução, investigando e interpretando o significado dos sinais corporais.

Diversificados contextos e situações fazem com que os nossos sentidos se manifestem de maneiras peculiares.

Isto significa que enquanto pensamos e tomamos decisões o nosso corpo responde a isto também de forma física, seja com uma expressão facial ou até mesmo na forma que reagimos a algo.

É interessante que, quase sempre, não nos damos conta desse comportamento gestual, o qual pode revelar muito sobre os nossos sentimentos e a personalidade.

 

Dentro da linguagem corporal, existem dois tipos de postura:

 

  • Aberta

 

Na postura aberta não há barreiras entre você e a pessoa com quem está falando, ou seja, ela consegue entender o que estamos sentindo e falando, tornando a conversa mais suave e normal, o que é o mais indicado para a maior parte de nossas atividades cotidianas que exigem contato.

 

  • Fechada

 

Por outro lado, na postura fechada, há a intenção de proteger e isolar o corpo, exatamente como se fosse um extinto de “ameaça”.

Cruzar os braços e as pernas demonstra essa intenção e indicam a resistência, o medo ou a falta de conforto em relação ao tema tratado.

É um sinal comum de que a pessoa está irritada ou rejeita a situação pela qual está passando.

Como escutar meu corpo?

 

Ao ouvir e conhecer o corpo, um importante passo é dado para a melhor compreensão sobre quem você é.

Muitos dos gestos que fazemos durante o dia acontecem de forma inconsciente, sem que possamos perceber.

Neste momento, proponho a você que olhe para si mesmo, fazendo um convite para que observe os sinais transmitidos nas diversas situações do dia a dia.

Isso certamente revelará informações sobre a sua própria maneira de ver o mundo, apontando habilidades a serem ressaltadas e pontos a serem corrigidos.

Atitudes ruins, como a arrogância e o preconceito, são exteriorizadas involuntariamente.

Quando tomamos consciência disso, podemos rever valores e viver de uma forma harmoniosa e tranquila.

Lembre-se de estar sempre atento a essas reações involuntárias, procure se compreender e buscar a positividade.

Corrija o seu corpo “doente” e negativo com estas ações que o deixam mais leve e positivo.

 

Agora, vamos identificar esses sinais que o corpo dá a você:

 

1 – Morder lábios

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

De acordo com o especialista em linguagem corporal Blake Eastman, morder e mastigar o lábio geralmente indica medo e ansiedade.

Isso pode significar que a pessoa está desconfortável na situação, preocupada ou insegura em relação a alguma coisa, os lábios também pode ser um indicador de estresse durante uma mentira.

Esta é uma ação muito comum em crianças, especialmente se acompanhada de sobrancelhas levantadas no meio e abaixadas nos lados.

2 – Cruzar os braços ou pernas

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Braços e pernas cruzados são barreiras físicas que sugerem que a outra pessoa não está aberta ao que está dizendo.

Mesmo que eles estejam sorrindo e se envolvendo em uma conversa agradável, sua linguagem corporal demonstra outra coisa.

Curiosidade: Gerard I. Nierenberg e Henry H. Calero gravaram mais de 2.000 negociações para um livro que escreveram sobre leitura de linguagem corporal, e nenhuma dessas negociações terminou em um acordo quando uma das partes estava com as pernas cruzadas ao negociar.

Psicologicamente, pernas ou braços cruzados sinalizam que uma pessoa está mental, emocional e fisicamente bloqueada do que está na frente deles.

Não é intencional, e é por isso que é tão revelador.

3 – Sorrir de olhos fechados

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Um verdadeiro sorriso, envolve todo o seu rosto: boca, orelhas, rugas ao redor dos olhos e entre várias outras expressões.

Um sorriso falso, por outro lado, só inclui lábios, então, para detectar um sorriso verdadeiro, tudo o que você precisa fazer é procurar as rugas.

As pessoas muitas vezes sorriem para esconder o que eles realmente estão pensando e sentindo.

Então, a próxima vez que você quiser saber se o sorriso de alguém é genuíno, procure enrugamentos nos cantos dos olhos.

Se eles não estão lá, esse sorriso está escondendo algo.

Quando você se inclina muito na direção da pessoa com quem você está interagindo, ela perde um pouco do espaço.

Evite fazer esses movimentos com aqueles com quem você não tem uma relação de intimidade construída.

Manter o corpo rígido, colocar as mãos na cintura ou se aproximar demais do ouvinte, comumente, indica agressividade.

Portanto, quando adotar esses comportamentos, procure esfriar a cabeça antes de continuar a conversa.

Se as situações de conflito, de medo e de insegurança forem frequentes no momento em que está vivendo, indicamos os banhos terapêuticos para elevação do espírito e do estado emocional.

Como a linguagem corporal me auxilia no dia a dia de trabalho?

 

A linguagem corporal assume o protagonismo quando o assunto é comunicação humana.

Ou seja, se você deseja ter uma carreira de sucesso, é estar atento algumas atitudes que podem abrir as portas para uma trajetória de sucesso.

Isso vale tanto para a busca de uma promoção quanto para uma entrevista de emprego.

 

  • Faça movimentos sincronizados com a sua equipe

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Uma equipe que faz os mesmos movimentos, dando os mesmos sinais com os pés, mãos e cabeça tende a encontrar melhores soluções para os problemas.

Ao manter a uniformidade da linguagem corporal, a equipe consegue se conectar e pensar em propostas inovadoras.

 

  • Relaxe os músculos do rosto

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Quando verificar os seus e-mails, independentemente do conteúdo procure preservar os músculos faciais relaxados.

Nossa expressões, incluindo o simples ato de franzir a testa, costumam revelar as informações que recebemos, podendo criar situações embaraçosas.

 

  • Sente-se de forma ereta

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Manter uma boa postura facilita o processo de ascensão profissional.

O seu modo de sentar reflete o cuidado que você deposita no que está fazendo e pode lhe render mais elogios sobre as tarefas desempenhadas.

 

  • Mantenha o tom de voz baixo

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Falar em tom baixo provoca uma sensação mais agradável no ambiente corporativo, além de passar mais autoridade.

Quando a liderança é natural, não é preciso de gritos para reforçá-la.

Além disso, segundo uma descoberta da Universidade de Duke, divulgada na revista Galileu, a diminuição de 22 Hertz de nosso tom de voz pode influenciar no aumento salarial.

 

  • Cumprimentar sempre as pessoas

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Apertos de mão e tapinhas nas costas passam a sensação de cumplicidade, cooperação e animação, bem como aumenta a confiança entre as pessoas.

Preze por um ambiente mais harmonioso e nunca se esqueça de cumprimentar as pessoas que farão uma negociação com você.

Quais os erros mais cometidos na linguagem corporal?

 

Expressões fechadas podem fazer com que você não crie empatia.

Veja alguns exemplos bem comuns

 

1 – Esconder, apertar ou mexer demais as mãos

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Essas atitudes refletem o nervosismo e passam a impressão de que você não acredita no que está falando.

E é, justamente, a falta de confiança que impede as pessoas de confiarem em você.

 

2 – Cruzar os braços

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Os braços cruzados impõem uma postura defensiva que lhe afasta daqueles com quem você conversa.

Além disso, a atitude transparece a falta de entusiasmo ou a descrença com o discurso.

Mantenha os braços abertos a certa distância do corpo.

Dessa forma, será passada uma mensagem de confiança e paz.

3 – Esqueça o contato visual

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Não olhar a pessoa com quem estamos falando nos olhos e verificar frequentemente o relógio, o celular ou os seus pés transmitirá que você não leva a sério ou não acredita no que diz.

Portanto, faça contato visual nos momentos de expor suas ideias.

4 – Deixar o pescoço caído

 

Linguag-corporal:-o-que-o-corpo-fala-por-você?

Inclinar os ombros e as costas deixando o pescoço solto colocará em cheque a sua credibilidade e seriedade.

Lembre-se de que a cabeça deve estar sempre erguida, independentemente se você está sentado ou de pé.

Agora que você já sabe tudo sobre linguagem corporal, compartilhe esse material incrível para seus amigos e não esqueça de me seguir nas redes sociais abaixo.

Para qualquer dúvida deixe seu comentário abaixo e responderei você em breve, obrigado pela sua leitura.

Avatar

Designer, Psicanalista e Marketeiro - Sim esse conjunto de habilidades nada convencional me fez pensar como poderia usar meu conhecimento em pessoas, marketing e imagem para ajudar profissionais a atingirem seus objetivos e serem reconhecidos em suas áreas. Aqui você irá encontrar o conteúdo que vai te levar a se desenvolver e alavancar sua vida profissional.

Deixe seu comentário

Related Posts

Como perder a vergonha de falar em público

29 de agosto de 2019

29 de agosto de 2019

Perca de uma vez por todas a vergonha de falar em público,  este é o tema  do quinto artigo da...

Como se comunicar bem pode transformar sua carreira

22 de agosto de 2019

22 de agosto de 2019

Este texto faz parte da semana da oratória, 7 dias de conteúdo totalmente gratuito focado em como se comunicar bem,...

Como perder o medo de falar em público

21 de agosto de 2019

21 de agosto de 2019

Esse post é o primeiro de uma série de 7 da Semana da Oratória! 1 semana inteira de conteúdo voltado...

Como criar palestras que inspiram e prendem a atenção do público

3 de outubro de 2019

3 de outubro de 2019

Se você já assistiu uma palestra inspiradora daquelas que não conseguia nem piscar provavelmente você já se perguntou como criar...

7 coisas que nunca te contaram sobre o medo de falar em público!

16 de agosto de 2019

16 de agosto de 2019

Não é novidade para ninguém a importância, ou melhor, a necessidade de se comunicar bem, e perder o medo de...

A arte da fala, como fazer um discurso e apresentações fascinantes

10 de setembro de 2019

10 de setembro de 2019

O objetivo do artigo de hoje é te munir de dicas e técnicas de como fazer um discurso com excelência...

Como evitar o branco antes de uma apresentação ou discurso

24 de agosto de 2019

24 de agosto de 2019

Este artigo faz parte de uma série de 7 artigos da semana da oratória, vamos falar como evitar o branco...

Use a oratória para impulsionar sua carreira

25 de agosto de 2019

25 de agosto de 2019

Olá! Estamos na semana da oratória, hoje você vai conferir o quarto artigo de uma série de sete. Totalmente gratuitos...

   

Cadastre em nossa Newsletter