2 de December de 2021 Desenvolvimento Pessoal , Carreira e Marketing Pessoal para você ir além!

Inteligência Emocional – Tudo que você precisa saber!

Compreendida como a capacidade de reconhecer, avaliar e lidar com os próprios sentimentos e os dos outros, a inteligência emocional vem repercutindo na mídia e tornando-se mais presente no mundo corporativo, sendo considerada a competência responsável por boa parte do sucesso e da capacidade de liderança de um profissional.

Além disso, ela é vista como essencial em qualquer fase da vida, posto que a ausência dessa habilidade é o motivo pelo qual muitas vezes não conseguimos controlar os nossos impulsos e sentimentos. Entretanto, no que diz respeito ao mercado de trabalho, ela é ainda mais importante – basta lembrar que 91% dos profissionais são contratados por habilidades técnicas e demitidos por questões emocionais.

Quer entender melhor? Então leia esse post até o final!

Por que exercitar a inteligência emocional?

 

Usamos o lado racional do nosso cérebro em boa parte das tomadas de decisões – ou isso é o que deveríamos fazer.

O problema acontece porque, coincidentemente, esse lado é mais lento por exigir muito esforço mental, enquanto o lado emocional é mais fluido e nos impele a agir impulsivamente, ou seja, quando estamos operando no calor da emoção é porque nossa razão ainda está processando e analisando os fatos.

A essência da inteligência emocional se dá quando conseguimos conciliar a atividade de ambos os lados do cérebro, neutralizando as emoções negativas e potencializando as positivas para gerar os resultados desejados.

Quais os pilares para se desenvolver e dominar a Inteligência Emocional?

 

1 – Autoconhecimento

Inteligência-emocional

O primeiro passo é se conhecer, analisar suas emoções e as suas ações em resposta aos estímulos, lembrando-se sempre de que para adquirir esse tipo de inteligência não há uma regra universal e que o processo é gradativo.

Uma dica para compreender a si mesmo é colocar seus sentimentos e suas ações em um papel e, posteriormente, refletir profundamente sobre isso.

Além disso, se for acessível para você, buscar um profissional de psicanálise pode ser enriquecedor e esclarecedor.

2 – Controle emocional

Inteligência-emocional

Não adianta apenas conhecer os nossos sentimentos: é preciso saber lidar com eles pois, embora pareça difícil a priori, essa etapa é essencial para que se tenha um bom julgamento sobre as coisas.

Para começar, busque sempre a imparcialidade, principalmente sobre o outro.

Busque compreender o que acontece, sob uma ótica e pontos de vista diferente..

Se você possui dificuldade para exercitar essa habilidade, corre o risco de ter sua vida dominada por suas emoções o que significa instabilidade a cada curva, especialmente se ela tiver obstáculos.

Por isso, respire e busque formas de controle de impulso – yoga, meditação e artes marciais podem ajudar!

3 – Automotivação

Inteligência-emocional

Apenas nós temos a capacidade de redirecionar um sentimento a fim de obter algum ganho pessoal.

Lembre-se que pensar antes de tomar as decisões lhe trará diversos benefícios, evitará o conflito com os seus pares, o arrependimento por seus atos e, de brinde, ainda ajudará na conquista dos seus objetivos.

Tudo é possível, desde que você corra atrás daquilo que você quer de maneira consciente e sem passar por cima do outro!

4 – Empatia

Inteligência-emocional

Todos temos emoções que precisam ser respeitadas e é disso que se trata o quarto pilar.

É essa preocupação com o que o outro sente que faz surgir as relações pessoais mais sinceras, tornando você uma pessoa mais querida.

Aprender a se colocar no lugar do outro e reconhecer as emoções alheias nos torna mais sensíveis e abertos.

5 – Relacionamento interpessoal

trabalho-em-equipe

Outro ponto chave para o sucesso é saber ter boas relações guiando as emoções dos outros.

Isso criará um ambiente positivo a sua volta, melhorando não só a sua qualidade de vida, mas também contagiando aqueles ao seu redor.

As trocas e interações são frutos da nossa capacidade de também gerir o sentimento do outro: sem os relacionamentos humanos, não existiria a vida em sociedade e todos os elementos positivos e negativos que esse compartilhamento de emoções possibilita.

Por que é importante desenvolver a inteligência emocional?

 

A grande importância de se ter inteligência está na capacidade de adquirir um maior equilíbrio emocional, entre sua razão e sua emoção, a fim de neutralizar as emoções negativas e acabar com as crenças limitantes e os comportamentos prejudiciais, objetivando tornar-se uma pessoa mais controlada e com boas relações pessoais.

Por isso, aqui vai algumas dicas de como melhorar seus pilares emocionais!

– Reduza as emoções negativas: Um dos principais pontos ao desenvolver a IE é ser capaz de gerir as suas emoções negativas. Evite saltar para uma conclusão negativa imediatamente e pense que as situações possuem várias opções de saída, basta você procurá-las.

– Crie um ambiente positivo: Criar um ambiente positivo não só melhora a sua qualidade de vida, mas pode ser contagioso para as pessoas ao seu redor. Independente do que você acredita é fato que estar em um ambiente equilibrado, torna muito mais promissor qualquer plano de ação que se faça para atingir suas metas e melhorar sua qualidade de vida.

– Saiba lidar com o estresse e a ansiedade: Todos temos momentos estressantes ou nos sentimos ansiosos na vida. Entretanto, saber lidar com estas situações pode fazer alguma diferença entre o equilíbrio e a disfunção. Quando sob pressão, a coisa mais importante para ter em mente é manter a calma. Dicas simples como lavar o rosto com água fria, tomar ar fresco, evitar cafeína ou fazer exercícios intensos podem mudar muito a maneira como nos sentimos.

– Conheça seus limites: Defina bem seus limites! Estes podem incluir o exercício do nosso direito de discordar, de dizer “não” sem se sentir culpado, de estabelecer nossas próprias prioridades e nos proteger da coação. É importante saber quando é hora de mudar o seu foco. A inteligência emocional envolve não só a capacidade de olhar para dentro, mas também de estar presente no mundo ao seu redor.

Vantagens da inteligência emocional

 

Agora que você compreendeu quais são os 5 pilares da Inteligência Emocional, já deve ter extraído alguns benefícios de ter uma Inteligência Emocional bem desenvolvida.

Todos vivemos cercado por obstáculos diários, metas e prazos para cumprir, família e filhos para lidar, reuniões para participar e decisões para tomar, certo?

Veja algumas das principais vantagens que você alcançará ao desenvolver melhor sua Inteligência Emocional:

  • Melhora da sua relação com os outros
  • Mais equilíbrio emocional
  • Diminuirá de discussões nos seus relacionamentos
  • Terá mais senso de responsabilidade e uma melhor visão do futuro
  • Mais poder de decisão
  • Crescimento da produtividade
  • Controle maior do tempo

Agora ficou mais fácil entender como a inteligência emocional pode impactar na sua vida de tantas formas, né? Então compartilhe esse texto para que mais gente aprenda sobre isso e me ajuda na minha missão de fazer a diferença na vida das pessoas!

 

Avatar

Designer, Psicanalista e Marketeiro - Sim esse conjunto de habilidades nada convencional me fez pensar como poderia usar meu conhecimento em pessoas, marketing e imagem para ajudar profissionais a atingirem seus objetivos e serem reconhecidos em suas áreas. Aqui você irá encontrar o conteúdo que vai te levar a se desenvolver e alavancar sua vida profissional.

Deixe seu comentário

Related Posts

Teoria das Inteligências Múltiplas – Tudo o que Precisa para Compreende-lás

24 de abril de 2020

24 de abril de 2020

Fala, jovem! Vamos para mais um texto sobre inteligência? Você já ouviu falar na Teoria das Inteligências Múltiplas? É comum...

Inteligência Positiva Como Aplicar ao Meu Favor?

17 de abril de 2020

17 de abril de 2020

Fala, jovem!   vamos para mais um post sobre inteligência emocional e soft skills?   Inteligência positiva, já ouviu alguém...

   

Cadastre em nossa Newsletter