Como contar sua história para se diferenciar como profissional

Fala, jovem!

Que as pessoas se inspiram e sentem mais empatia por quem tem uma trajetória repleta de superação nós já sabemos – filmes, músicas e livros com essa temática renderam dinheiro e prestígio para diversas personalidades nos últimos anos.

Para além de indústrias macro lucrando com isso, histórias foram compartilhadas em culturas de todo o globo como um meio de entretenimento, educação, preservação da cultura e para incutir valores morais.

Hoje, saber usar sua história para ganhar a atenção de superiores, investidores e clientes é essencial para vender o seu peixe.

Por isso, o texto de hoje é especialmente para você que sabe quem é, mas possui uma certa dificuldade em se expressar e fazer valer a sua jornada para os outros. Considerando isso, eu elaborei esse texto para te ajudar a contar a sua história e prender a atenção das pessoas.

Leia o post até o final e me deixe saber o que você achou!

Por que saber contar a sua história é importante?

 

O objetivo central do storytelling, ou narração de histórias, é fazer com que as pessoas prestem atenção na sua história e que, consequentemente, confiem o suficiente em você para comprar seu produto e/ou seu serviço.

Essa atividade consiste em transmitir eventos em forma de palavras, imagens e sons, utilizando muitas vezes a improvisação e a dramatização como forma de embelezamento.

Uma marca poderosa é aquela que cria vínculo emocional com seu público. É através da sua história que seus clientes podem se identificar com você ou sua empresa e decidir se tornar um consumidor fiel.

Ao se candidatar para alguma vaga de emprego, muito provavelmente você irá encarar concorrentes com competências muito parecidas com as suas, e é por esse motivo que você deve mostrar suas particulares, a forma como você se apresenta e apresenta sua história profissional em uma entrevista é que garantirá a sua contratação ou não.

 

O que eu não devo fazer?

 

É extremamente comum cometer erros, principalmente no início da sua carreira profissional. Um erro bastante comum é contar sua história de modo equivocada. Ou seja, falar, falar e falar e não chegar em um ponto central, ou sequer responder o que gostariam de ouvir. Também é errado achar que um relato emocionante signifique que alguém se conecte com ela. Talvez ela lembre de você e da sua história, mas não é útil se por exemplo não trouxe as informações necessárias para uma posição de trabalho, ou fechar um negócio.

Isso acontece porque muitos acreditam que o que vai fazê-los “se vender” são frases de impacto ou motivacionais. Não é sobre achar sua história inspiradora. É sobre ver sua história na deles. Uma apresentação de plano que não demonstre uma boa história contada, é uma apresentação ineficiente. O seu grande objetivo ao fazer negócios é implantar na mente do ouvinte que suas vivências se assemelham, gerando CONEXÃO.

Então qual é a solução?

Escreva um breve perfil sobre si mesmo

  • No que você acredita?
  • O que te fez começar tudo isso?
  • Que tipo de pessoa você procura ajudar?
  • O que te trouxe até esse ponto da sua vida?

 

Para contar sua história coloque seu nome, sua idade e há quanto tempo você faz o que faz. Sempre comece com as informações básicas, a audiência precisa saber quem você é e a partir do momento que é dito seu tempo de caminho profissional, eles conseguem visualizar uma linha temporal sendo traçada. Foque em encontrar os momentos cruciais e importantes que te trouxeram aqui, nessa parte da sua vida.

Por exemplo: eu sou Diego, tenho 29 anos e trabalho com Design e Marketing  há 10 anos.

O segundo passo é falar sobre sua profissão atual e/ou com o que você trabalhou e é muito importante porque se sua audiência trabalhou ou trabalha na mesma área que você, ele vai saber exatamente o que você está passando ou passou.

Depois, você deve apontar o que te incomodava no que você fazia, ou seja, suas dores. Pela correria do dia-a-dia, as dores podem acabar sendo esquecidas e seu papel é lembrá-los de que eles também têm uma dor. Isso deve se apresentar de forma que esteja claro que você é a pessoa certa para solucionar o problema.

 

E como fazer isso?

Você deve mostrar como resolveu a sua dor e porque está capacitado a resolver as dores dos potenciais compradores. O mais importante é mostrar os resultados que foram colhidos logo no primeiro mês de negócio, porque seus ouvintes vão iniciar os negócios agora, então precisam saber como será o início do caminho.

Por fim, é importante enfatizar seus aprendizados de experiências e obstáculos surgidos ao longo da sua vida, a fim de criar um laço e cativar o espectador. Para isso, é importante construir uma narrativa que esboce seus valores, opiniões e, principalmente, a mensagem que você busca transmitir.

Junte-se

Cadastre-se em nossa newsletter que já impactou +5000 profissionais que queriam melhorar em sua carreira