19 de November de 2019 Marketing Pessoal, imagem e carreira para você ir além!

7 dicas para fortalecer sua marca pessoal

A criação de uma Marca Pessoal é um dos bens mais valiosos que um profissional pode ter, mas nos últimos anos muitas mudanças ocorreram e muitos profissionais e até mesmo marcas famosas, não conseguiram acompanhar e nem repensar o que vinha sendo feito.

As marcas vem tentando criar cada vez mais conexão com o público, e muitas, principalmente as grandes, têm falhado nessa missão, as pessoas querem se conectar com pessoas, por isso as marcas contratam atores e artistas para darem um rosto a suas empresas.

Pensando nisso, hoje resolvi trazer 7 dicas de como criar uma marca pessoal coerente e adequada para você e seu negócio.

1- Conheça seu público alvo

Essa não é a dica número 1 por acaso, a criação de uma marca pessoal, e de qualquer tipo de comunicação está inteiramente ligada a quem vai ouvir sua mensagem.

Entender quem é seu público alvo é de extrema importância para garantir a efetividade da mensagem e o entendimento pelo seu interlocutor.

Existem algumas forma de se encontrar a persona certa para se comunicar, a mais assertiva e inteligente é através de pesquisas.

Se você já tem um publico que é consumidor do seu produto ou serviço, converse com ele.

Caso não tenha ainda clientes, tenta fazer formulários com perguntas abertas para potenciais clientes e interessados.

2 – Saiba onde vai comunicar

Tão importante quanto saber “Com quem” se comunicar é compreender “Onde” se comunicar.

Hoje a plataforma com maior número de usuários é o Facebook, e todo mundo tem feito comunicação e anúncio nesta plataforma.

No entanto mais do que entender se o seu usuário está na plataforma é compreender se o “momento” que ele está usando, é o adequado para ser impactado.

Exemplo, você tem um serviço B2B, impactar esse usuário em um momento de descanso fora do trabalho, dentro do facebook, é menos efetivo do que impactar ele em uma pergunta no Quora, ou até mesmo em um resultado de busca no google!

Para que você não erre mais nisso existe uma ferramenta chamada prisma de conversação, que te ajuda a entender através do seu objetivo e seu público, onde você deve se comunicar.

 

Ferramenta de comunicação

3 – Seja Visto

Já dizia o ditado, quem não é visto não é lembrado. Com o excesso de informação na internet e no mundo real é importante estar próximo do seu público.

Hoje a atenção do usuário é disputada pelas grandes marcas, e a melhor forma de estar presente em diversos momentos na vida da sua persona, é quando ele de fato precisa de você.

Crie conteúdo de qualidade e relevante, entregue valor ao seu público através de conteúdo informativo.

Uma dica aqui é não vender e sim informar.

Você pode fazer isso usando uma estratégia chamada Marketing de Conteúdo.

4 – Tenha Design Matching

Um dos erros mais comuns é a diferença de discurso e unidade visual.

Para que sua marca pessoal não passe batida e seja reconhecida por todos, é necessário respeitar uma unidade visual, todos os seus canais de comunicação, todas as suas plataformas devem ter um discurso complementar e unitário.

A falta de Design Matching baixa sua credibilidade, e te faz perder autoridade.

Pior que isso pode até mesmo dar uma sensação que você de alguma forma é uma fraude.

Por isso seja sempre coerente e dedique tempo a entender o momento do usuário em cada plataforma para se comunicar de forma efetiva e eficiente.

Mostre seus resultados, responda seus clientes, e o principal, seja coerente!

5 – Tenha frequência

Não adianta ter perfis no Facebook, no Twitter, no youtube no Quora, no Instagram e postar 1 vídeo por ano, 1 post por mês e escrever no blog 1 vez perdida.

Entrar em um perfil sem conteúdo ou desatualizado mostra falta de cuidado da empresa e do profissional e mina a credibilidade de sua marca pessoal.

E não só a falta de compromisso fica evidente, como ainda prejudica a distribuição de conteúdo.

Os algoritmos das redes sociais e do google dão relevância e vão ranquear melhor perfis que produzem conteúdo com frequência.

E se você ainda está no começo, muito cuidado com o mito da perfeição, antes de excelência busque frequência!

6 – Conte sua história

Estamos na era da informação, e o maior advento desse momento é a conexão com as pessoas, cada vez mais as pessoas querem proximidade, e o que mais conecta as pessoas são histórias.

Contar sua história faz com que as pessoas se reconheçam, fale do seu propósito, sua vida, dos seus valores.

Qual o motivo do seu negócio existir, mesmo que você tenha uma empresa com marca destinta, você precisa ser o rosto da sua empresa, esse será seu principal ativo.

Crie a sua jornada do herói, aprenda como usar storytelling a seu favor para criar fãs e conexões poderosas com você e sua marca pessoal!

7- Saiba o seu diferencial

Se você perguntar a 100 empreendedores qual o diferencial deles, 97 vão dizer que é qualidade.

Aprendi com o Pedro Superti  que qualidade não é um diferencial competitivo, qualidade é o mínimo que você tem de oferecer para seu cliente.

Uma empresa ou profissional que não oferece qualidade, nem deveria estar no mercado.

Muitos empreendedores e marcas não sabem os seus valores, apenas colocam meia dúzia de palavras bonitas e repetem isso sem nem saber o que estão dizendo.

Conheça seus diferenciais, deixe claro seus valores não só para você e seu cliente, mas principalmente para sua equipe.

Tenha uma cultura organizacional forte, para que sua missão e seu diferencial sejam intrínsecos em seu discurso e em seu conteúdo, isso vai deixar sua marca pessoal muito mais forte.

 

Bônus

Encante seu cliente

Um item importante é retenção, muitas empresas dedicam dinheiro e esforço na aquisição de novos clientes, e negligenciam os clientes que já tem, principalmente empresas que não tem venda recorrente.

Esquecem que um cliente que já consumiu seu produto e teve uma experiência boa é 10 vezes mais propenso a consumir novamente e 3 vezes mais propenso a indicar você e seus serviços para outras pessoas que podem ser clientes em potencial.

Fora que o custo de retenção, que eu costumo chamar de “Custo de encantamento”
é infinitamente mais baixo que o custo de aquisição de cliente.

E o principal, um cliente insatisfeito com seu serviço, pode prejudicar a reputação do seu negócio e principalmente a sua imagem pessoal, como prestador de serviço e empreendedor. e acredite, nada pior pra sua marca pessoal, do que uma imagem manchada.

Parabéns se chegou até aqui, caso você conheça alguém que precisa ler esse conteúdo para criar uma marca pessoal forte e sólida, compartilhe!

Tem alguma dúvida, ou algo em que posso ajudar?

Deixe seu comentário, ou mande um DM no meu instagram @diegodisse (Só clicar).

Deixe seu comentário

Related Posts

Os 10 mandamentos do Marketing Pessoal

21 de maio de 2019

21 de maio de 2019

Com um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, é crucial que um profissional saiba se promover, trabalhando sua imagem...

Como ser um profissional de sucesso em 15 passos

5 de março de 2019

5 de março de 2019

Se você trabalha em uma empresa e quer transformar sua carreira eu fiz um versão deste texto especialmente para você. Marketing...

Marketing Pessoal para Advogados – Como conseguir mais clientes sem ferir a ética da OAB

24 de maio de 2019

24 de maio de 2019

Eu não sei qual o motivo exato mas conheço muitos advogados. E sempre que tenho a oportunidade de conversar com...

O que é design matching e para que serve?

11 de abril de 2019

11 de abril de 2019

Sabe quando você visita a página de um produto e depois busca na internet informações sobre a empresa e começa...

Marketing Pessoal para professores – Como conseguir mais alunos e se destacar no mercado

23 de julho de 2019

23 de julho de 2019

O EAD fez do ensino uma ferramenta de possibilidades infinitas, e como consequência a visibilidade dos instrutores ficou ainda maior....

Marketing Pessoal para Coaches – Como criar autoridade e conseguir novos coachees!

10 de junho de 2019

10 de junho de 2019

Depois do estrondoso sucesso do mercado de coaches, houve um crescimento expressivo do número de profissionais que atuam nessa carreira,...

O que é Marketing pessoal e como ele pode te ajudar!

5 de março de 2019

5 de março de 2019

O que é Marketing pessoal? O marketing pessoal é uma ferramenta que utiliza de forma estratégica auto promoção, ou promoção...

   

Cadastre em nossa Newsletter