18 de October de 2021 Desenvolvimento Pessoal , Carreira e Marketing Pessoal para você ir além!

4 dicas para sobreviver à Síndrome do Impostor

Você já se pegou pensando que você não merece as coisas que tem, as pessoas que estão com você e estar na posição que você está?

Ou já sentiu que mais cedo ou mais tarde as pessoas que você ama vão descobrir que você não merece afeto e que não é tão bom quanto parece?

Ou, ainda, já cogitou que você nunca vai conseguir ascender na vida?

Se a resposta foi sim, você pode ter Síndrome do Impostor e esse texto é para você!

O que é Síndrome do Impostor?

A Síndrome do Impostor (SI) é, a grosso modo, aquele sentimento intrusivo de que você é uma fraude que está enganando a todos que pensam que você é competente, inteligente, esforçado, etc., quando na verdade – ou você acredita nisso – não é.

Embora essa definição seja geralmente aplicada à vida acadêmica ou profissional, as pessoas também se sentem assim nas relações afetivas também.

Alguns “sintomas” incluem sentir como se a qualquer momento fosse ser descoberto como se você não merecesse estar onde está ou ter o que tem.

Muito embora possa afetar qualquer pessoa, independentemente de sua posição social, experiência profissional, nível de habilidade ou grau de especialização, atinge principalmente as mulheres.

Ainda que não seja uma patologia ou esteja classificada como doença, a Síndrome do Impostor pode gerar ansiedade, baixa autoestima e muitas dores de cabeça – ainda que não literalmente -, pois pode sabotar o portador em diversos níveis de sua vida.

Como identificar a Síndrome do Impostor?

Por não se tratar de uma doença, identificar a Síndrome do Impostor é algo que você consegue fazer em casa sozinho ou a partir de alguns testes da internet.

Ainda assim, pode ser útil conversar com um terapeuta e receber orientações quanto ao nível do seu problema.

De toda maneira, se sentir um impostor é estar incerto sobre suas habilidades, mesmo quando é reconhecido pelo seu trabalho. 

Você também pode achar que engana os outros fazendo-os acreditar que você é alguém que você não é – como se você fosse, literalmente, uma fraude.

É importante ressaltar que, por vezes, a razão por você se sentir assim está no ambiente e nas pessoas ao seu redor – se seus colegas insinuam que você não merece seu sucesso.

Por exemplo, ou você é a única mulher ou pessoa não-branca no ambiente, você pode sentir que não faz parte daquele ambiente.

Nesse caso, o problema vai além de uma simples insegurança e pode se tratar de uma questão estrutural: sexismo e/ou racismo.

4 dicas para lidar com a Síndrome do Impostor!

  • Aprenda a reconhecer o problema

Identificar os sentimentos que te fazem sentir um impostor e racionalizá-los é o primeiro passo para lidar com a Síndrome de Impostor.

Para isso, fale com um amigo ou alguém próximo sobre como você se sente – isso pode ajudá-lo a entender as razões que te fazem sentir assim.

Além disso, amigos podem ajudar a validar nossos sentimentos, já que quem sofre com a Síndrome do Impostor constantemente menospreza o que sente.

Compartilhar os sentimentos desconfortáveis que atrapalham seu bem-estar e sua produtividade pode fazer com que você os veja como um problema solucionável.

Além disso, abrir-se para os colegas sobre como você se sente os incentiva a fazer o mesmo, ajudando você a perceber que não é o único que se sente um impostor.

  • Cercar-se de uma sólida rede de apoio realmente ajuda

Evite ceder ao desejo de fazer tudo sozinho. Em vez disso, recorra a seus amigos, familiares, colegas de trabalho e chefes para criar uma rede de apoio mútuo.

Parece clichê, mas a verdade é que ninguém pode alcançar tudo sozinho, pelo contrário; somos seres sociais e precisamos nos cercar de pessoas que possam orientar e ajudar sempre que precisarmos.

Não se esqueça que outras pessoas ao seu redor também passam pelo mesmo e precisam de validação e encorajamento de vez em quando, por isso não se esqueça de ser empático com aqueles que o cercam.

Isso certamente deixará todos mais confiantes e dispostos a enfrentar as próprias dificuldades e criará a oportunidade de todos compartilharem estratégias para superar a Síndrome do Impostor.

  • Questione até que ponto seus medos são racionais

Quando a sensação de que você é uma fraude vier à tona, se pergunte de onde vem essa insegurança.

Em seguida, procure evidências para contestá-la.

Vamos para um exemplo prático: digamos que você quer se inscrever para uma oportunidade de promoção que surgiu no seu emprego, mas não acredita que tem o que é preciso, seja por pensar que você não é capaz ou que seus colegas de trabalho elogiam seu trabalho apenas por pena de você.

Você acha mesmo que se seu trabalho fosse ruim, você não seria notificado sobre isso? Ou que seus colegas de trabalho não te dariam um toque se você não estivesse fazendo um bom serviço?

Às vezes você está com tanto medo do que pode vir de positivo que tenta de todas as maneiras achar uma razão irracional para se apegar.

Mas a verdade é que se você sempre é parabenizado, então está indo bem – e merece uma promoção como qualquer outro colega.

  • Evite comparações

Quando estamos rodeados de pessoas talentosas e que nos inspiram, é possível que pensemos “como posso ser mais assim?” e até certo ponto, isso é saudável.

Entretanto, comparações podem surtir o efeito contrário: no lugar de nos motivar a sermos melhores, pode nos paralisar e fazer com que nos sintamos inferiores.

Isso acontece especialmente quando não conseguimos realizar nossas atividades com a mesma velocidade ou da mesma maneira que as pessoas que admiramos.

Nesse caso, tenha em mente que todo mundo tem habilidades únicas.

Você pode não se destacar em todas as tarefas que tenta, afinal ninguém pode fazer tudo.

Em vez de permitir que o sucesso dos outros destaque suas falhas, considere explorar maneiras de desenvolver as habilidades que lhe interessam.

Gostou? Então comenta e compartilha nas redes sociais!

Deixe seu comentário

Related Posts

Como superar os efeitos da procrastinação?

31 de maio de 2021

31 de maio de 2021

A procrastinação é uma armadilha que envolve ignorar uma tarefa desagradável em favor de uma mais fácil. Mas como superar...

O que aprendi, ao sair de São Paulo para empreender no interior de MG.

22 de dezembro de 2018

22 de dezembro de 2018 1

Empreender é sempre uma aventura, e hoje vou te contar a minha aventura ao sair de SP, para empreender em...

   

Cadastre em nossa Newsletter